Fitness dictionary

Já alguma vez aconteceu ficar na dúvida em relação a certas expressões usadas no “mundo fitness”?
No inicio isso costuma acontecer comigo (Etelvina) a toda hora!

Embora saibamos, que  muitos de vós já estão familiarizados com muitos destes conceitos e terminologias, achamos que seria interessante partilhar este artigo, para os demais que começam agora a sua jornada..
A pensar nisso mesmo, aqui fica um Dicionário Fit, com o significado, assim de uma forma bem simplificada, de algumas das palavras usadas por quem treina musculação, palavras que despertam a nossa curiosidade mas vezes dá vergonha de perguntar o que significam.
Este tema está em constante atualização, caso queira contribuir com outros nomes e significados, baixa deixar o seu comentário  🙂

Fit translation

Acido lático
Falamos habitualmente do ácido láctico associado a prática de exercício físico.

Durante um exercício muscular respiramos mais depressa, logo consumimos mais oxigénio. No entanto os músculos possuem um mecanismo que garante a continuação do esforço, mesmo na ausência do oxigénio, a respiração anaeróbia, onde a glicose presente no músculo se decompõe na ausência de oxigénio, produzindo ácido lático.

Quanto maior a atividade muscular, mais ácido lático se acumula no músculo, tornando-nos incapazes de prosseguir com o exercício, produzindo cansaço, dor e ou até cãibras.

Aeróbico
Os exercícios aeróbicos são atividades que aumentam o consumo de oxigénio e a frequência cardíaca. Exercícios aeróbicos de longa duração queimam as reservas de gordura no corpo.
Tipicamente são exercícios contínuos e prolongados, realizados com movimentos que trabalham uma grande quantidade de grupos musculares de forma rítmica e recorrem ao oxigénio no processo de geração de energia. Andar, correr e pedalar são alguns dos exemplos.

Os benefícios ao organismo são muitos: combatem o stresse, melhoram o sistema imunológico e reduzem o risco de algumas doenças como as doenças cardiovasculares.

Anaeróbico
Exercícios anaeróbicos são atividades de curta duração e alta intensidade nas quais o metabolismo anaeróbico acontece nos músculos, ou seja a geração de energia é independente do oxigênio.
Exercícios anaeróbicos são geralmente usados por atletas para desenvolver força construir massa muscular. Exemplos deste tipo de exercícios incluem a musculação, sprints e saltos.

Entre os benefícios estão o aumento da força e da resistência de tendões e ligamentos, redução da gordura e aumento da massa muscular.

Aminoácidos
 Os aminoácidos formam a estrutura das proteínas e são essenciais para o corpo humano, pois contribuem ativamente na recuperação, crescimento e desenvolvimento do tecido muscular, bem como promovem outros benefícios farmacológicos e fisiológicos como a regulação hormonal e funções neurotransmissoras.

Depois que uma proteína é consumida as enzimas digestivas quebram a proteína em aminoácidos, que são então usados para a criação de novas proteínas e enzimas.

Os aminoácidos são essenciais para a produção de mais de 50 mil proteínas e mais de 15 mil enzimas, incluindo as enzimas digestivas, que em bom funcionamento promovem o máximo aproveitamento da nossa alimentação e suplementação.

Anabolismo
É a parte do metabolismo que se refere à síntese de substâncias, nesse processo, a partir de moléculas mais simples, são criadas moléculas mais complexas.
Simplificando bastante, o anabolismo é o estado em que seu corpo constrói tecido muscular.

Por exemplo: durante a fase de repouso o corpo repara o tecido muscular danificado. É de frisar que é durante o repouso, e não no exercício, que o corpo desenvolve a massa muscular.

Antagonista
 Significa algo contrário. No caso muscular, um músculo antagonista é um músculo que “permite” a ação contrária ao movimento provocado por um outro músculo (músculo agonista), ou seja o músculo antagonista é aquele que tem um “trabalho” oposto a um outro músculo.

Um exemplo clássico de um músculo antagonista é o Tríceps – localizado na parte posterior (de trás) do braço e que realiza a extensão (o esticar) do antebraço – que contraria a ação sinérgica do músculo bíceps branquial.

Antioxidante
São moléculas capazes de retardar ou impedir o dano oxidativo, processo causado por substâncias chamadas radicais livres, que podem levar à disfunção das células e o aparecimento de problemas como doenças cardíacas, diabetes e cancro. O papel dos antioxidantes é bloquear as reações de oxidação e oferecer proteção às membranas e outras partes das células.
Atrofia muscular
É a diminuição do volume muscular causado pela inatividade, pode também ser originada por alguma doença neurológica ou simplesmente pela falta de uso de um determinado grupo muscular, como acontece por exemplo quando temos um membro engessado por um determinado período de tempo. 
B
BF
Abreviação de Body Fat, ou em Português gordura corporal, medida em percentagem de quanto do total da massa corporal corresponde a gordura.
Exemplo: Se alguém tiver Bf de 15%, quer dizer que 15% do peso total dessa pessoa é gordura.
Bulking
Bulkar Significa aumentar o peso ou tamanho corporal pela adição de massa muscular ou gordura ou ambos
Catabolismo
Catabolismo é um processo metabólico, caracterizada pela quebra das proteínas do tecido muscular para obtenção de energia.
Simplificando é o nome que se dá a perda de massa muscular e um fatores podem contribuir para que seu corpo fique em estado catabólico é má alimentação, para evitar é necessário a ingestão de alimentos proteicos pelo menos de 3 em 3 horas, garantindo que o nosso corpo esteja sempre suprido das proteínas necessárias.
Cutting
Fase de perda de gordura ou de seca.
Nesta fase a rotina do atleta é voltada para a queima de gordura e definição muscular. Esta fase é por norma antecedida pela fase de bulking.
D
Drop Set
O drop-set, ou série descendente pode ser caracterizado em três passos:
1 – Realização do movimento com técnica perfeita até a falha muscular
2 – Redução da carga (em aproximadamente 20%), após a falha; e
3 – continuação do exercício com técnica perfeita até nova falha.
Deve-se repetir o segundo e terceiro passos até se alcançar o objetivo estabelecido para o treino. 
Estrogênio
Principal hormônio feminino.
Falha muscular
É o ponto onde o músculo está tão fatigado que ele não consegue realizar mais nenhuma repetição.
Frutose
Principal açúcar encontrado nas frutas.
Giant Set
Série com vários exercícios sendo executados com pouco ou nenhum descanso entre eles.
Glicose
A molécula mais simples de açúcar. É encontrado no nosso sangue e é o principal combustível de energia do corpo.
H
Hipertrofia
O termo hipertrofia é usado quando se quer mencionar o crescimento da fibra muscular. A hipertrofia muscular é basicamente uma resposta do organismo com fins de adaptação mediante um exercício físico, sendo geralmente resultado de exercícios anaeróbicos acompanhados de dieta apropriada.
Índice Glicêmico
 O índice glicêmico (IG) é um fator que diferencia os hidratos de carbono, e está relacionado com o nível de açúcar no sangue.
Sempre que ingerimos hidratos de carbono, estes entram na corrente sanguínea com diferentes velocidades, com base nesse fato, é possível classificá-los em Hidratos de alto ou baixo índice glicêmico.
Insulina
Insulina é a hormona responsável pela redução da taxa de glicose (açúcar) no sangue, ao promover o ingresso de glicose nas células. Esta hormona também é essencial no consumo de hidratos de carbono, na síntese de proteínas e no armazenamento de lipídios (gorduras) no nosso organismo.
Intensidade
 A intensidade nos exercícios com pesos refere-se ao grau de esforço que a pessoa emprega na sua execução. O peso utilizado num treino é normalmente determinado pela experimentação, até que se consiga um peso que induza o grau de esforço que se deseja para as repetições planejadas.
Metabolismo
 É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior dos organismos vivos. O termo “metabolismo celular” é usado em referência ao conjunto de todas as reações químicas que ocorrem nas células.
A expressão Metabolismo pode ainda utilizada para determinar a quantidade de energia (calorias) que o corpo queima para se manter ativo.

Normalmente o metabolismo é dividido em dois grupos: anabolismo e catabolismo (significado já anteriormente explicado).
Reações anabólicas, ou reações de síntese, são reações químicas que produzem nova matéria orgânica nos seres vivos. Sintetizam-se novos compostos (moléculas mais complexas) a partir de moléculas simples.

Reações catabólicas, ou reações de decomposição/degradação, são reações químicas que produzem grandes quantidades de energia a partir da decomposição ou degradação de moléculas mais complexas (matéria orgânica).

Quando o catabolismo supera em atividade o anabolismo, o organismo perde peso, o que acontece em períodos de jejum ou doença; mas se o anabolismo superar o catabolismo, o organismo cresce ou ganha peso. Se ambos os processos estão em equilíbrio, o organismo encontra-se em equilíbrio.

Over Training
Geralmente é causada pelo excesso de atividade física sem o devido tempo de recuperação. Causando dentre vários efeitos, o catabolismo, outros fatores que interferem no OT é a má alimentação e falta de descanso.
Proteína
 É constituída por aminoácidos e é essencial para o reparo e crescimento do corpo. Um grama de proteína contém 4kcal de energia. As proteínas são quebradas dentro do nosso corpo para produzir os aminoácidos.
Pump
 Sensação de inchaço no músculo causado pelo congestionamento de sangue da região treinada.
Retenção de água
 A retenção é um acumular anormal de líquidos entre as células que, normalmente, é eliminado pela urina, mas também podemos ser nós a dar uma ajudinha.
Os fatores mais comuns são os hormonais, emocionais como o stresse, ou por ingestão de alimentos ricos em sódio, sal, como os enchidos.
Todo sal é composto por sódio, essa substância puxa muita água para o corpo com o intuito de diluir o soluto (o sal dissolvido em água) que está no sangue. Com o açúcar dá-se a mesma coisa pois a glicose, em excesso no sangue, também pode reter líquidos.
Ao contrário do que parece, reter líquidos não é sinónimo de engordar pois na retenção de líquidos não há aumento de tecido adiposo; o aumento do peso nesses casos deve-se exclusivamente à maior quantidade de líquido presente no corpo.
Simetria
  Um corpo simétrico é um corpo que possui a parte superior e a inferior com compatibilidade e harmonia entre elas e o lado direito e esquerdo idênticos em tamanho e forma, uma pessoa que não é simétrica é assimétrica ou seja um corpo não tão harmonioso. 
Super Serie
Consiste na realização consecutiva de vários exercícios para o mesmo grupo muscular. Simplificando, executar os exercícios de forma seguida, um atrás do outro, até completar um total superior a quatro exercícios sem pausa.
Após a execução do último exercício, há uma pausa, para depois repetir o processo uma segunda e a terceira vez.
Taxa metabólica
 É o nome dado a velocidade que o seu corpo queima calorias. A taxa metabólica de cada individuo é determinada em grande parte por características genéticas.
Algumas pessoas tem um metabolismo lento, e com isso a dificuldade em emagrecer e ou manterem-se magras, pois um metabolismo lento leva a um fácil acumular de gordura.
Outras pessoas tem um metabolismo médio e algumas um metabolismo rápido. Seja qual for o caso é possível proceder ao aumento da nossa taxa metabólica.
Tecido adiposo
 O tecido adiposo é uma variedade especial de tecido no qual se encontra em predominância adipócitos, que são um tipo de célula que acumula gotículas de gordura.

Localizado principalmente em baixo da pele, na chamada hipoderme, o tecido adiposo modela a superfície do corpo e ajuda no isolamento térmico do nosso organismo. Além disso, tem a importante função de servir como depósito de energia: a “gordura” acumulada nos adipócitos supostamente serve para fornecer energia no intervalo entre as refeições.

Termogénicos
Ação termogénica ou termogénese significa transformar em energia as calorias provenientes da gordura corporal e da alimentação.
Os termogénicos visam através da termogénese manter o metabolismo acelerado para que tenhamos uma maior queima calórica ao longo do dia. Alguns alimentos possuem características termogénicas como por exemplo, a canela, o chá verde, o guaraná entre outros. 
Vigorexia
Vigorexia ou transtorno dismórfico muscular, é caracterizada por uma insatisfação constante com o corpo um género de anorexia reversa. Por exemplo acontece a alguns praticantes de musculação, olharem no espelho e mesmo tendo algum volume acham-se magros e franzinos.
Written by Power Fit Couple